CURSOS GRADUAÇÃO
PÓS-GRADUAÇÃO
SERVIÇOS
Movimento Rondônia pela Educação - Debate sobre Evasão Escolar encerra ciclo de seminários
Publicado por: Dcom
14 de Junho de 2017 às 20:39:55


O Movimento Rondônia pela Educação encerrou a série de quatro seminários realizados em parceria com instituições de ensino superior da capital, com debate sobre Evasão Escolar. O quarto evento aconteceu na noite desta segunda-feira, 12, no auditório da instituição, e como nos seminários anteriores, este também foi sucesso e reuniu centenas de acadêmicos, docentes e profissionais ligados aos órgãos estaduais e municipais de educação.

O evento integra a agenda do Programa – COMBATE AO ANALFABETISMO FUNCIONAL E ESCOLAR – CAFE, proposto pelo Movimento Rondônia pela Educação, que é uma iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO) e tem por objetivo discutir o alto índice de evasão escolar entre jovens e os fatores que atraem e afastam o aluno da educação básica.

A professora doutora Raquel Serbino, coordenadora estadual do Movimento Rondônia pela Educação, atuou como mediadora dos debates e apresentações da professora Aparecida Meireles, representando a Seduc, falou dos Indicadores de Evasão Escolar em Rondônia. Em seguida foi à vez da professora Cláudia Elisangela B. S. Almeida, que discorreu sobre as causas da evasão escolar.


Também estavam presentes o diretor geral Dr. Aparício Carvalho e a coordenadora acadêmica da FIMCA/Metropolitana Rita Ramalho, participando como ministrantes, tivemos o professor Wendell Fiori de Faria, da Unir, que palestrou sobre Gestão da Permanência de Alunos Matriculados. O representante do Ministério Público de Rondônia (MPRO), Dr. Rodney Pereira de Paula apresentou as ações empreendidas pelos Órgãos de Controle Combatem a Evasão Escolar. Encerrando o debate, a docente Antônia Antonísia Lima, da Escola Rio Madeira, apresentou casos de Sucesso em Permanência de Alunos na Escola.


“Os seminários foram uma ideia muito feliz do comitê técnico do Movimento Rondônia pela Educação”, afirmou Raquel Serbino. “Conseguimos reunir especialistas para abordar os temas escolhidos e que fizeram parte dos quatro seminários que realizamos na São Lucas, Uniron, Unir e finalizamos com este na FIMCA/Metropolitana, debatendo a evasão escolar”, disse.
Segundo Raquel, ao colocar vários especialistas falando sobre determinados temas durante vinte minutos, os acadêmicos tiveram um panorama sobre a teoria que embaça os indicadores, dados e problemas enfrentados como metas do Movimento e também foram promovidas importantes reflexões sobre as ações necessárias para a melhora da qualidade de ensino em Rondônia.


Cláudia Elisangela Almeida, professora do curso de Pedagogia da faculdade Metropolitana, falou das causas da evasão escolar no ensino fundamental, ensino médio e superior. “O nível de evasão nos anos iniciais é menor. Os índices começam a se elevar nos anos finais, no ensino médio. Os alunos alegam que trabalham e chegam cansados para assistir aula. No caso do ensino superior, os acadêmicos alegam não conseguir dar continuidade ao curso por questões financeiras”.


O procurador de Justiça do Ministério Público de Rondônia Rodney Pereira de Paula, relata como os órgãos de controle estão trabalhando no combate da evasão escolar. “O MPRO está envolvido com o Movimento Rondônia pela Educação empenhada também para a melhoria da educação no estado. Dados e estatísticas referentes à evasão escolar estão sendo montados pela Seduc, Ministério Público de Rondônia, Tribunal de Contas do estado, que vão sistematizar ações com o objetivo de reduzir os índices do fluxo do baixo rendimento escolar no estado”, finalizou.


O diretor geral das Faculdades Fimca e Metropolitana, Dr. Aparício Carvalho de Morais ressaltou a importância do Movimento Rondônia pela Educação. “A partir do momento que as pessoas envolvidas no processo educacional de Rondônia se unem, para debater questões relacionadas, por exemplo, ao analfabetismo e a evasão escolar, demonstra que este é um trabalho sério e todos imbuídos do mesmo propósito, unidos pelo mesmo caminho, logicamente estas ações têm reflexo positivo no processo educacional e no desenvolvimento no estado”, comentou.  

Fonte: 

Faculdade Metropolitana - Rua: Araras, 241 Bairro: Jardim Eldorado - Porto Velho-RO
Todos os Direitos reservados - 2009